Me juntando aos maiores do mundo

Estou muito feliz em compartilhar com os amigos do Brasil que a Idean, agência onde trabalho, uniu-se com a frog design. Juntas, essas duas agências são parte da história do design da tecnologia que usamos hoje: Apple, Facebook, Lego, Ericsson... são algumas das referências com quem trabalhamos. Hoje, a frog é p maior grupo de design do mundo. E temos por base a Capgemini, consultoria francesa líder em pesquisa de tendência. No Brasil, entendemos como designer o designer gráfico, uma profissão que sequer existe mais. Eu sou designer e pesquisador de estratégia — meu trabalho é identificar, teorizar, criar e fazer a criatividade fluir entre as pessoas, e assegurar que estamos na direção certa. Eu amo esse trabalho, porque gosto de pensar que a criatividade deve ser agnóstica para texto, imagem, som, movimento, interação e canal. Me identifico profundamente com o que a frog está disposta a fazer: convidar cada um, dentro e fora da agência, a desafiar o status quo e deixar sua marca.

Metamorfose bolsonarista

Meu projeto de livro, Bolha, requer mais tempo pesquisando do que escrevendo. Há um ano, me infiltrei no Parler, a rede social de direita, pra pesquisar o espectro que ronda o bolsonarismo. Criei um p

Mídia e tecnologia: Ser visto / ser humano

Estes dois trechos de ‘I’m thinking of ending things’ falam muito comigo. No primeiro, eles discutem um ensaio de David Foster Wallace, dizendo que as pessoas bonitas na televisão acabam por nos deixa